pinnacle

buscar
Carros

Clássico da Fiat vira carro elétrico: 500e

Pensando em carregamento mais rápido ainda, a marca desenvolveu uma ferramenta que recarrega o veículo com uma corrente contínua de capacidade de 85 kW, sendo assim, são necessários apenas 5 minutos para percorrer pelo menos 50 quilômetros.
Publicado em Carros dia 6/08/2021 por Alan Corrêa

O Novo Fiat 500e chega ao mercado Brasileiro, garantindo performance, novos equipamentos, exclusividades e muitas outras novidades por aí. O 500 elétrico demonstra o quanto a marca se empenha para trazer a tecnologia e inovação aos seus novos modelos.

Todas as outras marcas, como Volvo e Porsche, já estão se preparando para um futuro mais elétrico e descarbonizado, onde os veículos por combustível ou híbridos, não serão mais produzidos para as vendas no mercado.

Desenvolvido por um novo sistema chamado MiniEV, o veículo 100% elétrico passa a ser vendido aqui no Brasil por R$ 239.990. A pré-venda já foi aberta, e tem previsão de encerramento no dia 10/09, sendo assim, a entrega dos carros-e tem a estimativa de começar no meio do próximo mês.

Confira detalhes do design externo

Em sua terceira geração, o modelo ganhou nova plataforma e está completamente renovado

A nova Fiat Elétrica, vem de uma terceira geração, onde cada uma chegou com um proposito de passar visões diferentes ao público daquela época. Essa nova versão, veio para mostrar como será a mobilidade do futuro, com tons inovadores e modernos.

Em questões de medidas, também temos algumas diferenças em relação às versões anteriores ou de padrão, já que ele apresenta 57 mm de largura e 61 mm de comprimento, além de ter 22 mm entre seus eixos e 29 mm de altura.

Graças a essas medidas, foi possível manter a otimização do espaço interno, além de melhorar a aerodinâmica do veículo, ajudando em toda a sua performance nas ruas ou nas estradas.

Com os faróis de tecnologia LED, o design externo está ainda mais lindo, popular, encorpado e moderno. Novas molduras nas janelas e grades frontais também foram adicionadas, e os fechos foram voltados para um sistema inteligente, onde permite que a dinâmica de funcionamento se altere um pouco.

Todos os detalhes externos foram pensados com muito cuidado e elegância, para assim, manter toda a dinâmica do veículo, sem deixar de destacar esses novos aspectos visuais e modernos que chamam a atenção dos fãs.

Um interior mais elegante e otimizado

• 100% elétrico, o modelo tem autonomia de 320 km, o mais eficiente do mercado brasileiro

Não podemos esquecer da parte de dentro do veículo, que apesar do espaçamento externo ter aumentado um pouco, o interno do carro continua proporcionando o mesmo conforto e otimização em relação aos seus equipamentos e funcionalidades.

O novo sistema de conectividade oferece experiências mais abrangentes e únicas ao motorista, onde a tela com características de wide, atua em conjunto com um cluster digital TFT de 7 polegadas.

Os equipamentos também ficaram dispostos da melhor maneira, tanto o porta-luvas que ainda possui um bom espaço, quanto a disponibilidade dos porta-copos que agora é retrátil e também fica na parte frontal.

Performance

Agora vamos para a parte que interessa. Graças às medidas e dinâmica do veículo, ele tem uma capacidade de aceleração de 0 a 100 km em apenas 9 segundos, alcançando uma autonomia de 460 km. Seu torque aproximado é de 220 Nm, entregando 118 cv com 4.200 rpm.

Ele possui três modos de condução, sendo o primeiro o “normal”, que diz respeito a um tipo de direção em que nós já estamos habituados a utilizar em carros automáticos por exemplo, portanto ele começa com a sua funcionalidade assim que o pedal do freio for liberado.

O segundo modo, chamado de Range, já apresenta um pouco mais de diferença na condução, onde se dirige apenas com um pedal, e o sistema de freio funciona automaticamente, parando o carro bruscamente assim que detectado algum fator externo ou emergências na estrada.

O terceiro modo, é o Sherpa, onde a velocidade máxima agora é limitada a 80 km/h, e ela começa a ajustar vários parâmetros de condução do veículo, e isso acontece continuamente ao mesmo tempo. Portanto, algumas ferramentas de calor como ar condicionado, ou outros que gastam energia, acabam entrando em um modo para reduzir esses gastos.

Como funciona o carregamento?

Fiat apresenta a joia de seu portfólio totalmente eletrificada: o 500e

Talvez essa é uma das partes que mais possa gerar dúvidas na cabeça das pessoas também, então vamos descomplicar essa nova tecnologia, que é basicamente o nosso futuro.

O modo de carregamento do veículo é denominado como inteligente, portanto, ele vem com um cabo de série comum de 6 metros de comprimento, onde pode se conectar em uma tomada de 110V ou 220V, as que você tem em casa normalmente.

Fora isso, também pode se contar com uma Wallbox que está disponível do pacote opcional, assim a bateria pode carregar completamente em 4h. Nas estações próprias de carregamento, ele pode chegar a 80% de sua bateria em apenas 35 minutos.

Pensando em carregamento mais rápido ainda, a marca desenvolveu uma ferramenta que recarrega o veículo com uma corrente contínua de capacidade de 85 kW, sendo assim, são necessários apenas 5 minutos para percorrer pelo menos 50 quilômetros.

A marca está inovando e trazendo além do conforto, da modernidade e tecnologia, também a segurança na direção, podendo manter três formas de condução, sistema e frenagem automática, bateria com grande capacidade de carregamentos ultra rápidos, entre muitos outros sistemas que estão chegando com tudo no mercado.

pinnacle Mapa do site

1234