pinnacle

buscar
Dicas

Carro queimando óleo: o que fazer

Hoje, vamos falar sobre um problema que pode acometer qualquer pessoa que possua um veículo. Imagine a seguinte cena: você está pronto para sair com seu carro, dá a partida e nota uma fumaça azulada saindo do escapamento, um cheiro forte invade o ambiente e, ao verificar o nível de óleo, percebe que está muito abaixo do esperado.
Publicado em Dicas dia 5/10/2023 por Alan Corrêa

Hoje, vamos falar sobre um problema que pode acometer qualquer pessoa que possua um veículo. Imagine a seguinte cena: você está pronto para sair com seu carro, dá a partida e nota uma fumaça azulada saindo do escapamento, um cheiro forte invade o ambiente e, ao verificar o nível de óleo, percebe que está muito abaixo do esperado.

Sim, estamos falando da queima de óleo no motor. É uma situação que pode pegar muitos motoristas de surpresa e que exige atenção imediata. Vamos explorar mais a fundo as causas desse problema, quando ele começa a se manifestar e como você pode lidar com ele para evitar prejuízos futuros.

As Causas da Queima de Óleo no Motor

Fumaça pode ser indicativo de queima de óleo

Primeiramente, é importante entender que uma pequena quantidade de consumo de óleo é considerada normal na maioria dos motores. Esse desgaste gradual é previsto nos manuais dos veículos e faz parte da vida útil do motor.

No entanto, quando o consumo de óleo se torna excessivo e sintomas como fumaça azulada, odor forte e nível de óleo drasticamente reduzido aparecem, é hora de investigar. Existem várias razões pelas quais um motor pode começar a queimar óleo, e uma delas é o desgaste acentuado do motor ao longo do tempo. O atrito entre as peças internas requer uma lubrificação constante, mas isso também depende de um processo de amaciamento adequado. Se o amaciamento não for realizado corretamente, podem se acumular resíduos que afetam o funcionamento adequado do motor.

À medida que o veículo envelhece, é natural que as folgas entre as peças aumentem devido ao desgaste, mas elas precisam permanecer dentro de limites aceitáveis para garantir o funcionamento correto. Quando essas folgas se tornam excessivas, o óleo lubrificante pode entrar na câmara de combustão, resultando na queima de óleo.

Os Sintomas da Queima de Óleo e Quando o Problema Começa

Os sintomas de queima de óleo são perceptíveis e incluem fumaça azulada saindo do escapamento, um cheiro forte e, muitas vezes, a necessidade de adicionar óleo com frequência devido ao rápido consumo. Além disso, a potência do motor pode diminuir, resultando em um aumento no consumo de combustível. A fumaça em excesso também pode afetar o catalisador do veículo.

O problema começa a se manifestar quando as folgas entre as peças se tornam excessivas e os sintomas se tornam evidentes. A fumaça azulada no escapamento é um dos sinais mais claros de que algo está errado, e é frequentemente acompanhada por um consumo rápido de óleo, geralmente superior a um litro a cada 1.000 quilômetros percorridos. À medida que a situação piora, a potência do motor diminui, e a fumaça não queimada no escapamento prejudica ainda mais o catalisador.

Além disso, o motor pode começar a fazer barulhos estranhos, como um som de “batida”, que é resultado da falta de lubrificação adequada. Esse ruído ocorre quando as bronzinas da biela começam a entrar em atrito com os mancais do virabrequim, causando desgaste e folgas.

Por Que o Motor Queima Óleo?

As causas para a queima de óleo no motor são diversas e podem estar relacionadas à falta de manutenção adequada por parte do proprietário. Uma das causas mais comuns é o esquecimento da troca de óleo e filtro. Alguns motoristas desconhecem a necessidade de realizar essa manutenção regularmente, e isso pode levar a problemas sérios.

Quando um carro é novo, as revisões são obrigatórias e muitos modelos até mesmo alertam automaticamente no painel quando a troca de óleo se aproxima. No entanto, quando o veículo é comprado usado, é essencial substituir o lubrificante e o filtro, mesmo que o vendedor tenha afirmado que essa manutenção foi realizada. A cautela é sempre a melhor aliada quando se trata de cuidar do seu veículo.

Outra causa comum de queima de óleo é a quebra da correia dentada, que pode causar danos significativos ao motor, dependendo do design da câmara, pistões e cabeçote. Além disso, situações como o veículo enfrentar enchentes ou superaquecimento do motor sem a devida atenção podem levar à queima da junta no cabeçote, resultando na mistura do óleo com o líquido de refrigeração.

O Que Fazer Quando o Motor Queima Óleo

Existem duas opções principais quando você se depara com um motor queimando óleo. A primeira é encarar o problema de frente e investir na retífica do motor. É importante ressaltar que tentativas de “consertar” apenas partes do motor ou aplicar soluções paliativas geralmente não são eficazes a longo prazo e podem resultar em custos ainda maiores no futuro.

Uma retífica completa pode representar um impacto significativo no orçamento, com custos variando dependendo do veículo. Em média, para um carro comum com um motor de 1.0 litro, o gasto pode chegar a cerca de R$ 4.000. Após esse serviço, será necessário passar pelo processo de amaciamento, que envolve substituir pistões, anéis, pinos de pistão, bronzinas, virabrequim retificado e revisar o cabeçote. Todas essas peças são novas e devem ser ajustadas corretamente.

No entanto, é importante observar que, em alguns casos, o custo da retífica pode se aproximar da metade do valor de mercado do veículo. Nesse cenário, a decisão de prosseguir com a retífica deve ser avaliada em conjunto com o valor sentimental do veículo para o proprietário. Se o custo for proibitivo ou se o carro não tiver um valor emocional significativo, pode ser mais sensato vender o veículo nas condições em que se encontra.

Tome conta da manutenção

Em resumo, a queima de óleo no motor é um problema que pode afetar qualquer motorista. É crucial estar atento aos sinais de alerta, como fumaça azulada, consumo excessivo de óleo, perda de potência e ruídos anormais. A manutenção regular, incluindo a troca de óleo e filtro, é fundamental para prevenir esse problema. Quando a queima de óleo é detectada, a retífica do motor é uma opção, mas deve ser avaliada considerando o custo e o valor do veículo. Em última análise, cuidar do seu motor e tomar medidas preventivas é a chave para evitar surpresas desagradáveis no futuro.

pinnacle Mapa do site

1234