pinnacle

buscar

Aston Martin Rapid E é o elétrico que você gostaria de ter

Quando falamos em veículos que conseguem aliar altíssima potência com design, luxo e um refino digno das marcas mais caras do mundo, com toda certeza a marca inglesa Aston Martin consegue transmitir todos estes sentimentos com o máximo rigor disponível.
Publicado em Carros dia 30/04/2019 por Alan Corrêa

Quando falamos em veículos que conseguem aliar altíssima potência com design, luxo e um refino digno das marcas mais caras do mundo, com toda certeza a marca inglesa Aston Martin, famosa por agradar até o James Bond, consegue transmitir todos estes sentimentos com o máximo rigor disponível.

Embora o tempo passe, a Aston Martin consegue até os dias atuais cumprir seu papel de entregar os veículos esportivos com maior refino do mercado. Mas nem sempre tudo continua igual, até porque o mundo automotivo está em constante mudança e, visto isso, a marca inglesa está se moldando para se adequar aos novos padrões de veículos elétricos, tecnologia essa a qual a marca pretende utilizar em todos seus veículos.

Aston Martin e seus veículos elétricos

Chega a ser estranho imaginar que carros extremamente rápidos de marcas como Ferrari,PorscheeMcLaren estão aos poucos se tornando completamente elétricos, extinguindo aquele ronco clássico que consagrou grande parte dos mesmos.

Mas este prestígio dos motores a combustão aparentemente ficou para trás com a Aston Martin, que pretende ter todos seus 25 modelos eletrificados até 2020 (ano que vem) utilizando motorização híbrida ou 100% elétrica, mas (até o momento) sem deixar de vender veículos com motores movidos a combustível fóssil.

Esta nova era para a fabricante inglesa já se iniciou em 2018 com o anúncio de um hiperesportivo chamado Valkyrie, que disponibilizará um motor V12 com tecnologia híbrida com “apenas” 1.013 cv de potência e 75,4 kgfm de torque, atingindo a modesta marca de 11.100 rpm.

Enquanto o Valkyrie não chega as ruas, a missão de iniciar esta jornada da marca no mundo dos motores elétricos foi concedida ao sedan Rapide em uma versão com motorização completamente elétrica, sendo batizado de Rapide E.

A Aston Martin busca mostrar a seus clientes que ainda é possível se divertir ao volante com um veículo elétrico, mostrando que os altíssimos roncos do motor podem ter ficado para trás, mas que a potência continuará a mesma (e constantemente melhorando).

Aston Martin Rapide E

Realmente liderar tamanha revolução em uma montadora tão grandiosa quanto a Aston Martin pode parecer uma missão um tanto quanto difícil, mas quando analisamos tudo que o Rapide E pode oferecer, percebemos que o veículo realmente consegue mudar a percepção do público sobre os veículos elétricos.

Aston Martin Rapid E
Aston Martin Rapid E

O carro de James Bond que estará presente no próximo filme de 007 não possuirá mais os mesmos motores aspirados como o 6.0 V12 do Vanquish em 2002, mas sim com dois motores elétricos que juntos podem render absurdos 610 cv e 97 kgfm de torque.

O design do veículo não recebeu grandes alterações quando comparado com os outros veículos da marca ou até mesmo com o Rapide sem ser em sua versão elétrica, afinal a intenção do veículo é inovar completamente em sua motorização e não alterar o já consagrado design da Aston Martin.

Aston Martin Rapid E
Aston Martin Rapid E

O sistema de motorização elétrico foi muito bem trabalhado pela engenharia da marca inglesa: São dois motores elétricos localizados montados na parte traseira do veículo que serão alimentados por uma bateria de 800V, que possui um sistema inteligente que consegue o carregamento rápido mesmo em redes de 400V caso necessário. A autonomia do veículo é, de acordo com a marca, de cerca de 200 milhas (320 km).

Aston Martin Rapid E
Aston Martin Rapid E

Os números de potência já assustam por ser um veículo elétrico e, para complementar, o tempo de 0-100 km/h que o veículo realiza é de menos de 4 segundos, podendo atingir uma velocidade máxima de 250 km/h.

Aston Martin Rapid E
Aston Martin Rapid E
Aston Martin Rapid E

O veículo está limitado a uma produção de 155 exemplares, com cada um custando cerca de 250 mil libras (1,3 milhões de reais).

Aston Martin Rapid E
Sem dúvidas, o Rapide E está encarregado da complexa missão de fazer a Aston Martin dar o primeiro passo no mundo dos carros elétricos, mas com todo seu luxo e potência que a marca sempre empregou em seus veículos, sem emissão de poluentes desta vez, a marca vem seguindo o caminho correto para reduzir a poluição causada pelos motores a combustão e fazer com que os entusiastas por carros olhem os veículos elétricos como o futuro e não mais como uma aberração.

pinnacle Mapa do site

1234